Todo mundo gosta de ser admirado e é natural se sentir bem e importante ao receber um elogio. No entanto, se as pessoas começam a descrevê-lo como arrogante, manipulador e exigente, você pode estar sofrendo de uma condição mais séria, o transtorno de personalidade narcisista.

Geralmente, aqueles que possuem uma personalidade narcisista não demonstram empatia, são egoístas, agressivas e insensíveis. É uma doença mental rara, mas que afeta todas as áreas da vida, uma vez que os sintomas estão presentes em casa, na escola e no trabalho.

Se você está vivendo com esse distúrbio ou conhece alguém com esses sintomas, continue a leitura para saber mais!

O que é transtorno de personalidade narcisista?

O transtorno de personalidade narcisista é um padrão de comportamento caracterizado por egocentrismo, falta de empatia e um senso exagerado de autoimportância. Por se imaginarem superiores aos outros, eles dependem de constantes elogios e atenção para reforçar sua autoestima.

Embora a origem exata do narcisismo seja desconhecida, algumas causas podem contribuir para o distúrbio, como excesso de indulgência dos pais, elogios excessivos na infância, além de fatores genéticos e biológicos.

Porém, é importante distinguir entre aqueles que têm traços de personalidade narcisista e aqueles que sofrem de transtorno de personalidade narcisista. Por exemplo, traços narcísicos podem ser comuns durante a adolescência, mas isso não significa necessariamente que o adolescente desenvolverá o transtorno.

Quais são os principais sintomas?

Como abordado acima, as pessoas narcisistas têm um senso muito exagerado de sua própria importância. Entre os principais sintomas estão:

  • visão de superioridade para com os outros;
  • fantasia sobre poder, beleza e sucesso;
  • acredita que todos têm inveja delas;
  • grande orgulho de suas conquistas;
  • senso exagerado de direito; e
  • espera elogios constantes.

Além disso, os narcisistas têm dificuldade em lidar com as críticas e podem se sentir machucados facilmente. Com isso, eles têm sérias dificuldades com relacionamentos, sendo incapazes de ouvir os outros, tem necessidade de controle e termina amizades de forma permanente por pequenos problemas ou imaginários.

Muitas vezes, as pessoas se sentem atraídas pela personalidade de um narcisista. É comum apreciar a confiança, assertividade e estima que envolvem uma pessoa com transtorno de personalidade narcisista. No entanto, conhecendo a pessoa em profundidade, você passa a desprezar os mesmos traços que inicialmente o atraíram.

Por isso, pode ser difícil para que os outros tolerarem os sintomas do narcisista, o que significa que o doente acaba por viver isolado.

Como tratar o transtorno narcisista?

Se você precisa de ajuda, o primeiro passo é procurar um psicólogo. A psicoterapia pode ser usada para tratar o distúrbio da personalidade narcisista, embora o processo possa ser potencialmente difícil e demorado. Isso ocorre porque o paciente nem sempre está disposto a reconhecer o transtorno.

São poucas as pessoas com esse transtorno que procuram tratamento. Normalmente, eles começam a terapia a pedido da família ou para tratar os sintomas que resultam da desordem, como a ansiedade ou depressão.

Para que o tratamento tenha sucesso, a pessoa precisa aceitar a responsabilidade por suas ações e aprender maneiras de interagir com os outros de maneira apropriada. Ela terá que aprender a tolerar críticas, regular sentimentos e melhorar o relacionamento com colegas de trabalho e familiares.

Não existem medicamentos conhecidos para tratar o distúrbio. A terapia cognitiva comportamental auxilia o indivíduo a mudar o pensamento destrutivo e os padrões de comportamento. O psicólogo ajudará a criar uma autoimagem mais realista.

Dessa forma, mantenha a mente aberta em relação ao tratamento do transtorno de personalidade narcisista e procure a ajuda profissional de um psicólogo.

E você, já conhecia os sintomas do transtorno de personalidade narcisista? Está precisando de ajuda? Marque uma consulta com um psicólogo clínico!