Será que sou louco mesmo? Você já viu um caso tão sério como o meu? Tenho jeito?

Assim como há quem tenha receio de ir ao psicólogo por “não se considerar louco”, há quem acredite no contrário e que, de forma pessimista, pense que seu problema não poderá ser resolvido.

Sempre haverá casos mais críticos ou menos críticos, mas pode ter certeza que você não assustará seu psicólogo, ele existe para ajudá-lo a evoluir.

Embora as experiências de vida de cada pessoa sejam exclusivas, sentimentos e transtornos podem ser classificados de maneira semelhante. Portanto, seguindo métodos científicos comprovados na área de psicologia, é possível tratar esses problemas e dar mais qualidade de vida ao paciente.

Mesmo de que o paciente possa ter medo de não conseguir melhorar, o primeiro passo, ou seja, a procura por ajuda já foi dado.

Então, com a ajuda de um psicólogo, a pessoa conseguirá atingir seu objetivo.

Fale comigo. Tudo bem buscar ajuda.

Agende agora mesmo uma consulta e vamos conversar.

Marque uma consultaPerguntas frequentes