Pular para o conteúdo

Praticando o desapego em 2022

Por mais que a palavra “desapego” tenha uma conotação negativa, que transmite a sensação de perda, há algo incrivelmente poderoso em abrir mão de coisas materiais, de pessoas e, até mesmo, de expectativas.

Porém, não confunda desapego com não se importar. O desapego é apenas uma “faxina” que fazemos em nossa vida, tirando tudo aquilo que não tem mais utilidade ou não faz mais sentido.

Armazenar coisas que não usamos ou gostamos só porque achamos que podemos precisar delas de novo algum dia no futuro não é produtivo, nem mesmo saudável.

Desapego a coisas materiais

Deixar de lado a posse de bens materiais não é uma tarefa fácil, principalmente se ela tem um valor afetivo. É extremamente comum ter coisas guardadas que você se sente obrigado a manter ou tem dificuldade em se separar por qualquer motivo.

Entretanto, por mais que aquele conjunto de pratos que você ganhou no casamento tenha um forte lembrança emocional, de nada adianta se você não o usa há anos, estando encaixotado em meio a bagunça.

Esse mesmo conjunto de pratos poderia ser doado ou mesmo vendido, permitindo que outros desfrutem desses itens.

É claro, guardar ou desapegar é uma decisão pessoal. Porém, quando você elimina coisas sem uso, você terá mais espaço em casa, menos coisas para limpar e, até mesmo, menos estresse, por ter um lar mais organizado e limpo.

Desapego a relacionamentos

Se um relacionamento não está indo como você gostaria, é importante também abrir espaço para que outro relacionamento seja formado no lugar. Simples assim.

Muita gente mantém relações com colegas de trabalho, amigos e até membros da família que apenas geram emoções negativas. Não digo para cortar o contato de uma hora para a outra, mas adotar novas atitudes, como estipular limites, projetar seus valores e preservar a sua integridade.

Porém, se alguém lhe desperta emoções negativas e apenas está sugando a sua energia, talvez seja hora de reduzir o tempo que você investe nesta pessoa.

Desapego a expectativas

Desapego é abraçar nossa individualidade e assumir a responsabilidade por nossas próprias vidas, em vez de esperar que a felicidade venha de coisas e pessoas ao nosso redor. Por isso, em 2022, experimente também desapegar de suas expectativas.

Para exemplificar, se gostamos de chocolate, quando ele estiver disponível, podemos comê-lo e apreciá-lo. No entanto, se não tiver chocolate, isso não nos afetará, estragará o nosso dia ou nos colocará de mau-humor. Isso é abrir mão de expectativas.

Quando aprendemos isso, se as coisas não saem como esperamos (ou nos apegamos), estamos nos preparando para a decepção, o fracasso ou a dor. Por outro lado, ficar apegado ou obcecado em ter algo que você acredita que lhe trará felicidade permanente só o tornará imprudente, confuso e frustrado.

O segredo é não nos apegar aos resultados esperados e apenas nos concentrar em executá-lo.

Assim, quando alcançamos o desapego de coisas, pessoas e expectativas, alcançamos a verdadeira liberdade, passando a viver sem limitações, com menos estresse e com uma melhor saúde mental.

Você já seguiu o meu perfil no Instagram? @yuri.busin Lá eu dou mais dicas de saúde mental como estas.

Voltar ao topo