Perguntas frequentes

Dúvidas sobre como funciona um atendimento ao psicólogo? Separamos aqui as principais perguntas para ajudá-lo antes de agendar uma consulta. Confira!

As consultas com o psicólogo têm sigilo absoluto?

Será que o que eu conversar na sessão da terapia ficará somente lá? Será que meu psicólogo vai contar para alguém? Posso falar tudo mesmo? Se você tem essas preocupações, fique tranquilo. Sim. Há sigilo absoluto. O sigilo faz parte do código de ética do psicólogo.

O fato de saber que poderá contar tudo ao psicólogo ajuda o paciente a desenvolver mais confiança nele para poder expressar seus pensamentos, o que fará uma grande diferença em seu processo de melhora.

Como funciona o tratamento psicológico?

O método de tratamento psicoterapêutico que utilizo é o da análise do comportamento. Minha especialidade é a Terapia Cognitiva Comportamental, uma forma de psicoterapia que se concentra em como pensamentos, crenças e atitudes afetam o comportamento.

Esta análise é feita desde o primeiro contato e continua a cada sessão para que os fatores que causam os transtornos possam ser notados e melhorados.

Assim, o psicólogo propõe reflexões e estímulos que vão mudando as percepções de seu paciente sobre seus sentimentos, ansiedades, vícios e relacionamentos, por exemplo.

Conheço alguém que precisa muito de um psicólogo. Você pode ajudar meu namorado (minha namorada), marido, esposa, filho(a) ou amigo(a)?

Muitas vezes, o problema pelo qual uma pessoa passa é identificado por uma terceira pessoa, como pode ocorrer nos casos entre marido e mulher, parentes ou até mesmo amigos.

No entanto, é necessário que o possível paciente reconheça que precisa de ajuda e aceite iniciar a terapia. O tratamento será voluntário da parte do paciente. Feito isso, aí sim é possível dizer que posso ajudar.

No caso de menores de 18 anos, o primeiro contato sempre é feito com o pai, a mãe ou o responsável. Pode acontecer de uma criança ficar reclusa no início, mas normalmente ela passa a se abrir quando vê que o terapeuta compreende seus pensamentos.

O que o psicólogo vai me dizer?

O psicólogo entende seus problemas e sentimentos e estará sempre ao seu lado, mas não como um amigo e nem criando nenhum vínculo social ou afetivo. Amigos talvez te falem o que você quer ouvir. O psicólogo, por sua vez, não diz coisas para agradar o paciente, mas sim o que deve ser dito para sua evolução – claro, sempre pensando no melhor para a pessoa em questão.

Em resumo, o trabalho do psicólogo não pode mudar o passado, mas pode mudar o futuro para melhor.

Por que procurar um psicólogo?

Existem diversos motivos que fazem com que as pessoas busquem um psicólogo clínico. Dentre eles, destacam-se os tratamentos de depressão, transtornos de ansiedade (transtorno de ansiedade generalizada, fobias, pânico, hipocondria, transtorno obsessivo-compulsivo), dependência química, transtornos alimentares, dificuldades interpessoais (terapia de casal e de família), transtornos psiquiátricos, entre outros.

Além de tratar os mais variados tipos de transtornos, o psicólogo também irá auxiliar pessoas que estão passando por fases difíceis da vida, como separação, luto, dificuldades de relacionamento, dificuldades no ambiente de trabalho e assim por diante.

Dessa forma, qualquer pessoa que esteja passando por essas dificuldades podem procurar a assistência de um psicólogo clínico, pois esse será o profissional que irá auxiliar de uma forma única e personalizada a tratar desses problemas.

Psicólogo é só para loucos? Não sou louco!

Loucura é uma denominação pejorativa.

O psicólogo recebe pessoas sinceras que reconhecem que estão com problemas– o que é normal para todo ser humano – ou que talvez ainda não tenham identificado as causas de alguns transtornos.

VEJA TAMBÉM: Medo de ir ao psicólogo?

Psicoterapia é apenas uma consulta?

Não. A psicoterapia é um tratamento que envolve tempo e dedicação. É uma evolução constante que requer algumas sessões até que o paciente comece a melhorar.

Não há nenhuma outra atividade além da conversa entre o paciente e seu psicólogo nas sessões. Através desse diálogo, o psicoterapeuta encontra formas de ajudar seu paciente.

A sessão de psicoterapia não é simplesmente um desabafo. Enquanto o paciente fala, o psicólogo faz reflexões importantes e intervém de forma objetiva de modo a clarear diversos pontos para que haja uma evolução.

Psicólogo online ou presencial?

psicólogo online é uma prática de psicoterapia por meio das ferramentas atuais, no caso a internet. Alguns outros países já possuem uma legislação muito consolidada sobre isso e agora o Brasil também está aderindo a essa nova formação de atendimento. A cada dia que passa, cada vez mais pessoas recorrem a psicologia para lidar com conflitos pessoais, compreender a si mesmas e o mundo. Entretanto, nem todos tinham um fácil acesso ao psicólogo.

Embora ela seja muito comum nos dias de hoje, devemos lembrar que a psicologia (tal como a conhecemos) é uma “ciência jovem”. Possuindo apenas um pouco mais de um século e meio.

Comparada com outras ciências milenares, como a física e astronomia, a psicologia ainda tem muito a ser explorada e evoluída.

Antes de entendermos um pouco mais sobre como a psicologia chegou a era virtual, vamos voltar no tempo e entender um pouco de sua história.

Vou melhorar com a terapia? Em quanto tempo?

Sim. O psicólogo atua como um analista do seu comportamento para levá-lo ao caminho do bem-estar. Um fator muito importante é a confiança do paciente em seu psicólogo.

VEJA TAMBÉM: Quanto tempo dura a psicoterapia?

Como psicólogos não receitam remédios, o período de melhora vai depender de como o paciente reage aos estímulos, de como ele muda suas percepções e de suas atitudes.

Há casos em que pacientes passaram a se sentir melhor e superaram seus problemas em apenas poucas sessões. Outros levam mais tempo, mas o importante é confiar no psicólogo e saber que a terapia irá ajudá-lo.

Quanto tempo dura a sessão com o psicólogo?

Cada sessão dura em média 50 minutos. O atendimento é feito uma vez por semana.

A terapia ocorre apenas neste tempo. No entanto, a tecnologia permite que o paciente não precise esperar uma semana. Ele pode adiantar alguma informação com seu psicólogo. Também, em alguns casos, é possível ter flexibilidade quanto aos dias da semana, antecipação ou adiamento das consultas.

O recomendado é que não se saia muito da média para que não perca o efeito correto das sessões.

Será que eu preciso ir mesmo ao psicólogo?

A terapia é recomendada para qualquer pessoa. Embora sejam muito úteis para eliminar traumas, vícios, medos, sentimentos negativos e diversos transtornos, as sessões ajudam o paciente, sobretudo, a ter mais qualidade de vida e uma sensação de bem-estar. Em uma semana acontece muita coisa e tudo pode mudar. Ter sempre à disposição um psicólogo em quem você já desenvolveu confiança vai deixá-lo mais preparado para lidar com os problemas quando eles surgirem.

Será que sou louco mesmo? Você já viu um caso tão sério como o meu? Tenho jeito?

Assim como há quem tenha receio de ir ao psicólogo por “não se considerar louco”, há quem acredite no contrário e que, de forma pessimista, pense que seu problema não poderá ser resolvido.

Sempre haverá casos mais críticos ou menos críticos, mas pode ter certeza que você não assustará seu psicólogo, ele existe para ajudá-lo a evoluir.

Embora as experiências de vida de cada pessoa sejam exclusivas, sentimentos e transtornos podem ser classificados de maneira semelhante. Portanto, seguindo métodos científicos comprovados na área de psicologia, é possível tratar esses problemas e dar mais qualidade de vida ao paciente.

Mesmo de que o paciente possa ter medo de não conseguir melhorar, o primeiro passo, ou seja, a procura por ajuda já foi dado.

Então, com a ajuda de um psicólogo, a pessoa conseguirá atingir seu objetivo.

Tenho vergonha de ir ao psicólogo. Isso é normal?

É normal que exista um receio em relação ao que se desconhece, porém, o psicoterapeuta vai ajudá-lo a superar inclusive essa vergonha.

Lembre-se sempre que as informações ficam em sigilo absoluto entre o paciente e seu psicólogo, por isso é possível ter total confiança no profissional.

Qual a diferença entre psicólogo, psiquiatra e terapeuta?

Qualquer pessoa pode ser terapeuta, mas psicoterapeuta é só quem cursou psicologia. Hoje há muitos cursos livres que habilitam profissionais de diversas áreas a se tornarem terapeutas. Isso faz com que o serviço e o resultado possam ser diferentes, tanto na abordagem, quanto no preço e na qualidade.

O psicólogo é um profissional formado em psicologia, que trata com psicoterapia alguns transtornos surgidos ao longo da vida. O psicólogo não vai dizer se o paciente deve ou não tomar remédios. O que ele pode fazer é sugerir que seu paciente passe por uma consulta com um psiquiatra.

O psiquiatra é um médico. Isto é, graduado em medicina e com a experiência dos anos de residência em psiquiatria. Esse sim, pode receitar remédios para diversas manifestações como depressão, ansiedade, esquizofrenia, entre outras.

Quanto custa uma consulta com um psicólogo?

Quanto custa um psicólogo? Depende da formação do profissional. Além disso, existe uma confusão entre os termos psicólogo, terapeuta e coach. Como são serviços diferentes, os valores também são diferentes.

O acompanhamento com um psicólogo sai caro? Isso dependerá do seu ponto de vista. Pense que você estará cuidando de si mesmo, investindo na sua saúde e bem-estar. Além disso, o profissional que irá atendê-lo estudou muito anos para poder exercer esta profissão.

Pode ser que a terapia oferecida não seja feita por um profissional formado em psicologia, como terapeutas holísticos (os quais não são necessariamente psicólogos). Ou seja, o valor é diferente por que o serviço é diferente. Já no caso de psicólogos formados, experiência e repertório acadêmico agregam ao currículo do psicoterapeuta.

Eu, Yuri Busin, sou psicólogo (CRP-06/107708), mestre e doutor pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, já trabalhei nos principais hospitais de São Paulo, como UNIFESP, SANTA CASA e IPQ-HC e supervisionei mais de 60 psicólogos em seus atendimentos clínicos.

Quanto custa uma consulta com um psicólogo?

Quanto custa um psicólogo? Depende da formação do profissional. Além disso, existe uma confusão entre os termos psicólogo, terapeuta e coach. Como são serviços diferentes, os valores também são diferentes.

O acompanhamento com um psicólogo sai caro? Isso dependerá do seu ponto de vista. Pense que você estará cuidando de si mesmo, investindo na sua saúde e bem-estar. Além disso, o profissional que irá atendê-lo estudou muito anos para poder exercer esta profissão.

Pode ser que a terapia oferecida não seja feita por um profissional formado em psicologia, como terapeutas holísticos (os quais não são necessariamente psicólogos). Ou seja, o valor é diferente por que o serviço é diferente. Já no caso de psicólogos formados, experiência e repertório acadêmico agregam ao currículo do psicoterapeuta.

Eu, Yuri Busin, sou psicólogo (CRP-06/107708), mestre e doutor pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, já trabalhei nos principais hospitais de São Paulo, como UNIFESP, SANTA CASA e IPQ-HC e supervisionei mais de 60 psicólogos em seus atendimentos clínicos.

Você atende por algum convênio?

Não atendo por nenhum convênio, mas não se preocupe. Talvez seja possível obter reembolso de duas formas: Com a nota fiscal, alguns pacientes podem abater o valor do tratamento de saúde em seu imposto de renda ou solicitar o reembolso do plano de saúde – se este permitir.

Você realmente me ajudará?

Sim. A psicoterapia vai ajudar. No entanto, ela não é uma receita mágica. O paciente não vai simplesmente entrar na sessão de um jeito e, depois de realizar algum tipo diferente de atividade, sair outra pessoa.

Não é recomendado deixar passar muito tempo entre uma consulta e outra. Há várias coisas para serem pensadas e feitas após uma consulta.

O psicólogo não vai solucionar seus problemas, mas sim facilitar seu caminho para que eles possam ser resolvidos.

Fale comigo. Tudo bem buscar ajuda.

Agende agora mesmo uma consulta e vamos conversar.

Marque uma consultaPerguntas frequentes