Pular para o conteúdo

O que faz um psicólogo Cognitivo Comportamental

Cotidiano
O que faz um psicólogo Cognitivo Comportamental

Um psicólogo cognitivo comportamental é um profissional que utiliza técnicas e abordagens da psicologia cognitiva e comportamental para ajudar as pessoas a lidar com problemas emocionais e comportamentais.

Essa abordagem tem como base a ideia de que os pensamentos, emoções e comportamentos das pessoas estão interligados, e que é possível modificar esses aspectos para melhorar a qualidade de vida e o bem-estar das pessoas.

O psicólogo cognitivo comportamental pode ajudar as pessoas a lidar com diversos problemas, como ansiedade, depressão, fobias, comportamentos compulsivos, entre outros.

Para isso, ele utiliza técnicas como a terapia cognitivo-comportamental, que visa mudar os pensamentos e comportamentos negativos das pessoas, e a terapia de exposição, que ajuda as pessoas a lidar com medos e fobias.

O psicólogo cognitivo comportamental também pode ajudar as pessoas a lidar com situações específicas, como o ciúme retroativo, trabalhando junto com o paciente para identificar as causas desse sentimento e desenvolver estratégias para superá-lo.

Além disso, ele pode trabalhar junto com o paciente para desenvolver habilidades e estratégias para lidar com situações estressantes e difíceis, e aumentar a autoestima e a autoconfiança.

Para buscar ajuda de um psicólogo cognitivo comportamental, é importante procurar um profissional com formação e experiência na área, e que tenha credenciamento junto ao Conselho Regional de Psicologia.

Além disso, é importante que o paciente se sinta à vontade com o psicólogo, e que tenha confiança na abordagem utilizada pelo profissional.

A terapia com um psicólogo cognitivo comportamental pode ser realizada em sessões individuais ou em grupo, e o tempo de duração depende do problema a ser tratado e das necessidades do paciente.

O psicólogo cognitivo comportamental versus outras abordagens

Diferente de outras abordagens, como a psicanálise, que se baseia na análise da personalidade e dos conflitos inconscientes das pessoas, ou a psicologia humanista, que se foca na autorrealização e no potencial humano, a psicologia cognitivo-comportamental se preocupa em identificar e modificar os pensamentos e comportamentos negativos das pessoas.

Além disso, enquanto outras abordagens podem levar anos de terapia para obter resultados, a psicologia cognitivo-comportamental tem resultados mais rápidos, pois se baseia em técnicas e intervenções específicas e direcionadas para o problema a ser tratado.

Por fim, a psicologia cognitivo-comportamental é uma abordagem científica, que se baseia em evidências e em resultados comprovados em pesquisas, enquanto outras abordagens podem ser mais subjetivas e baseadas em teorias pessoais dos profissionais.

Em resumo, o psicólogo cognitivo comportamental é um profissional que utiliza técnicas e abordagens específicas da psicologia cognitiva e comportamental para ajudar as pessoas a lidar com problemas emocionais e comportamentais, buscando resultados rápidos e baseados em evidências científicas.

As emoções têm um impacto significativo em nosso cotidiano

Elas podem influenciar como nos sentimos, como pensamos e como agimos em diferentes situações. As emoções positivas, como a felicidade e o entusiasmo, podem nos dar energia e motivação para enfrentar os desafios do dia a dia. Já as emoções negativas, como o medo e a tristeza, podem nos deixar abalados e desanimados. É importante reconhecer e gerenciar nossas emoções de maneira saudável para que elas não tenham um impacto negativo em nossa vida cotidiana.

As emoções são respostas psicológicas e fisiológicas a estímulos internos ou externos. Elas nos ajudam a entender e lidar com nossas experiências e ambiente. As emoções também nos permitem nos comunicar com os outros, expressando nossos sentimentos e pensamentos através de nossas palavras e ações.

Existem muitas emoções diferentes, cada uma com suas próprias características e funções. Algumas emoções são consideradas positivas, como o amor, a alegria e o orgulho. Outras são consideradas negativas, como o medo, a raiva e a tristeza. Algumas emoções também podem ser mistas, como a vergonha, que pode ter elementos tanto de raiva quanto de tristeza.

As emoções desempenham um papel importante em nossa vida cotidiana. Elas nos ajudam a entender e lidar com nossas experiências e ambiente. Por exemplo, quando sentimos medo, nosso corpo entra em estado de alerta, preparando-nos para enfrentar uma ameaça. Quando sentimos amor, nosso corpo libera hormônios que nos fazem sentir bem e próximos de outras pessoas.

Além disso, as emoções também nos ajudam a nos comunicar com os outros. Quando expressamos nossas emoções através de nossas palavras e ações, podemos compartilhar nossos sentimentos e pensamentos com os outros e estabelecer conexões emocionais com eles. Isso pode nos ajudar a construir relacionamentos saudáveis e significativos.

No entanto, as emoções também podem ser difíceis de gerenciar às vezes. Quando não sabemos como lidar com nossas emoções, elas podem nos afetar negativamente, causando estresse, ansiedade e até mesmo doenças físicas. É importante aprender a reconhecer e gerenciar nossas emoções de maneira saudável, para que elas nos ajudem a viver de maneira equilibrada e feliz.

Tudo bem buscar ajuda!

Agende agora mesmo uma consulta e vamos conversar.

Yuri Busin