Pular para o conteúdo

O que é mindfulness?

A técnica do mindfulness, também conhecida como “atenção plena”, já se tornou tendência entre executivos, empresários, palestrantes, estudantes e personalidades. Ela é conhecida por ajudar a executar plenamente as suas atividades. Mas afinal do que se trata?

Para você compreender melhor, mindfulness  é um dos estágios naturais de nossa mente. Assim, a técnica é uma meditação que ajuda a mente a ficar 100% focada em determinado objetivo.

Com ela, a pessoa consegue administrar melhor as suas demandas, sejam de ordem pessoal ou profissional.

A técnica já é aplicada em rodas de conversas, atividades corporativas nas empresas e grupos que trabalham com o bem-estar mental.

E o melhor é que a técnica mindfulness pode ser praticada por qualquer pessoa. Para isso, basta separar uns minutinhos para trabalhar o seu controle mental e autoconhecimento. Dessa forma, com o passar do tempo, os benefícios para o corpo e mente começam a ser enxergados.

Ficou mais interessado em conhecer a técnica da atenção plena? Então continue lendo este artigo, que irei te explicar melhor sobre o assunto.

O que é a técnica mindfulness

A ideia por trás da técnica mindfulness é focar totalmente em um momento presente.

Para isso, você precisa estar totalmente atento aos detalhes da situação, deixando de lado as distrações, pensamentos externos e sentimentos interiores.

Para fazer esse exercício, você precisa de dedicação para que os resultados apareçam. Portanto, as técnicas de mindfulness tratam-se das atividades que conectam ação e pensamento.

O mindfulness também é conhecido como a Psicologia da Atenção Plena, em que o psicólogo trabalha a disciplina da mente com o objetivo de aumentar o foco.

E o principal objetivo desta técnica é fazer com que o praticante saia do estado de falta de consciência e viver uma vida consciente do momento presente, dos seus sentimentos e sensações.

E praticar o mindfulness gera diversos benefícios, como:

  • desenvolve a inteligência emocional e a empatia;
  • mais autoconhecimento;
  • maior concentração;
  • controle no estresse e da ansiedade;
  • menos risco de insônia;
  • melhores relacionamentos pessoais;
  • mantém a juventude do cérebro;
  • melhora a memória;
  • menos pensamentos negativos;
  • mais criatividade.

Ou seja, aderir a esta técnica é muito benéfico para a saúde mental. E ela pode ser uma espécie de terapia, pois segundo especialistas, além dessas vantagens listadas, também pode ajudar a controlar os transtornos como a ansiedade, síndrome de Burnout e até a depressão.

Mas é claro que o mindfulness em si não substitui o acompanhamento profissional. Por isso não deixe de consultar um psicólogo para um diagnóstico e tratamento adequado.

Como praticar mindfulness

Se você deseja aderir a técnica mindfulness em seu dia a dia, veja a seguir 5 exercícios fáceis de praticar, ideais para você possa experimentar:

Concentre a respiração

O ideal é que você perceba como o ar entra e sai do seu corpo e como isso interfere em suas ações.

Preste atenção na capacidade de ouvir

No mindfulness você deve escutar, absorver e pensar no que foi dito. Afinal, muitas vezes, nós concordamos ou discordamos de algo mesmo antes da pessoa terminar de falar. Ao aplicar a técnica você evita de emitir uma opinião superficial.

Repare como você anda

A atividade de andar ou correr é bastante rotineira, mas envolve diversas partes do corpo, inclusive o cérebro. Ao reparar na forma como você anda, movimenta os pés e na força que pisa, você consegue se concentrar melhor.

Foque nos hábitos rotineiros

Os hábitos do dia a dia como fazer xixi, tomar banho ou escovar os dentes podem ajudar nos exercícios do mindfulness. Se concentre somente em executar essas atividades, sem pensar em outras tarefas e aumentando a sua capacidade de focar no presente.

Faça pausas

Por absorver tantas informações ao longo do dia, o cérebro precisa de pausas para concentrar melhor. Isso ajuda a ter mais dinamismo e foco.

Como você pode ver, a técnica mindfulness é uma grande fonte de benefícios para a sua concentração e saúde mental. Com essas dicas, esperamos ter ajudado você a entender melhor a técnica para praticá-la!

Agora, se você quer potencializar o seu mindfulness por meio da Psicologia da Atenção Plena, marque agora mesmo uma consulta

Voltar ao topo