Pular para o conteúdo

Como tornar uma discussão mais positiva

Cotidiano
Como tornar uma discussão mais positiva

Quando uma discussão começa a azedar, seja qual for a causa do desentendimento, a tensão resultante geralmente dificulta a comunicação.

No calor do momento, o instinto e o ego fazem as pessoas elevarem a voz e dizerem palavras mais agressivas. Embora possa fazer a pessoa se sentir melhor a curto prazo, isso não vai fazer nenhum bem a longo prazo, muito menos resolver a discussão.

E, o mais importante: não há ganhadores em um bate-boca. Os dois lados saem perdendo, pois, em muitos dos casos, não é construído algo positivo em uma discussão, com os envolvidos apenas perdendo tempo e energia.

Felizmente, existem maneiras de como lidar com conversas desconfortáveis, evitando danos a relacionamentos. Isso é algo que você pode aprender com um psicólogo cognitivo comportamental e basta praticar no dia a dia.

Aprenda a ouvir

Ouvir é uma habilidade essencial e um elemento importante em qualquer discussão. Aqueles que praticam a escuta ativa não apenas ouvem com atenção o que está sendo dito, mas também pensam e processam a informação antes de dizer qualquer coisa.

Essa habilidade é fundamental, pois, em muitos dos casos, a discussão se torna facilmente em apenas duas pessoas defendendo seus pontos de vista, mas sem escutar o que o outro lado está dizendo exatamente.

Por isso, fique atento e concentre-se no que está sendo dito, mantendo sempre a mente aberta. Identifique as ideias que estão sendo apresentadas pelo outro, pense em como elas se encaixam com o que você já aprendeu e pratique a empatia.

Veja a discussão como uma oportunidade única para você aprender sobre diferentes pontos de vista e estreitar relacionamentos. Ou seja, não veja a discussão como uma disputa que você precisa vencer no final.

Diga isso de novo, mas de forma diferente

Quando a discussão está fora de controle, é normal ambos os lados dizerem coisas que irão se arrepender minutos depois. Isso acontece porque acabamos deixando a razão de lado e somos guiados pela emoção.

Por isso, se o outro dizer algo que lhe incomodou, não se altere ou parta para a ignorância. Apenas experimente falar de forma calma: “Por favor, não fale assim! Isso me deixa triste!”. É muito provável que essa simples frase vai encorajar a pessoa a parar e refletir racionalmente no que acabou de dizer, podendo até mesmo reconsiderar o que foi dito.

O mesmo pode ser feito por você. Ao falar algo que se arrependeu, simplesmente diga imediatamente: “Deixe-me reformular isso”. Esse comportamento pode ajudar a mudar a direção da conversa para algo mais positivo.

Dê um tempo

Se você perceber que a discussão se prolongou mais do que deveria e está sentindo que a conversa está indo por um caminho ruim, apenas interrompa o diálogo. Às vezes, um simples “Vamos tomar um café e continuamos essa discussão depois?”, é o suficiente para acabar um papo ruim.

Quando as emoções falam mais alto que a razão as brigas tentem a serem mais agressivas e podem machucar o outro, então PARE.

Essa pequena pausa pode ser apenas uma distração que você necessita para mudar de assunto se reestabelecer emocionalmente e depois voltar a conversar.

Prepare-se para uma discussão

A prevenção é sempre o melhor remédio. Se você sabe que precisará ter uma conversa difícil com alguém, prepare-se mentalmente para possíveis conflitos e cenários ruins.

Antes de partir para o “embate”, reflita sobre a perspectiva da outra pessoa. Coloque-se no lugar da outra pessoa e pergunte a si mesmo o que você faria na situação dela, sabendo o que ela está tentando alcançar.

Identifique pontos em comum que você tem com a outra pessoa e use isso para encontrar uma solução cooperativa e de comum acordo. Respire calmamente, não transpareça aborrecimento e tente manter a calma.

Use a sua inteligência emocional para redirecionar uma conversa negativa para algo positivo. Manipular a conversa (no bom sentido!) ajudará a manter relacionamentos mais genuinamente positivos com seus familiares, amigos e colegas do trabalho.

Tenha um objetivo na discussão

É muito comum que nas discussões ambos acabam se agredindo e não consigam chegar em uma conclusão ou combinado!

Então tente sempre levar a conversa para uma solução! Pensando em como resolver a situação, em novos comportamentos e novas ações.

Converse sobre um único problema

Nas mais acaloradas discussões as pessoas misturam mil e uma situações ao mesmo tempo e acabam se perdendo e nem sabem o que gerou a discussão.

Conversas produtivas tem um único foco, volte sempre ao tópico principal e não misture as conversas. Quando perceber que a discussão está caminhando para outro lado, volte ao foco dizendo: “vamos conversar melhor sobre isso em outro momento, mas agora vamos continuar conversando sobre…”

Evite acusar

Sempre evite utilizar a frase: “você…” e troque para: “eu me sinto… quando isso acontece”.

Fale mais sobre como você se sente do que sobre o comportamento do outro, acusar não levará o outro a pensar melhor, em diversos casos, levará o outro a ter mais raiva e a discussão poderá ficar mais agressiva.

DRs não precisam ser ruins

Comunicar-se com seu parceiro deve ser algo cotidiano e não ruim. DRs (discussão do relacionamento) devem ocorrer sempre, tanto para resolver situações que estão ruins quanto para reforçar mudanças.

A comunicação será a chave para qualquer discussão ser mais positiva.

Tem um tópico que você gostaria que eu abordasse aqui no meu blog? Sugira por DM no meu perfil @dryuribusin no Instagram .

Últimas publicações

images/blog/o-que-e-vergonha-e-como-lidar-com-ela.jpg
Cotidiano

O que é vergonha e como lidar com ela?

images/blog/o-que-e-bolha-social.jpg
Cotidiano

O que é bolha social e como ela pode afetar a sua vida

images/blog/porque-voce-deve-comecar-a-ter-compaixao.jpg
Cotidiano

Por que você deve começar a ter autocompaixão hoje mesmo

Tudo bem buscar ajuda!

Agende agora mesmo uma consulta e vamos conversar.

Agendar uma consulta
Yuri Busin