Autoconfiança é mais que apenas se sentir bem consigo mesmo. Ela é a base do amor-próprio, o que influencia a forma como alguém ama os outros e, principalmente, a si próprio. Por isso, é fundamental saber como ser mais confiante.

No entanto, a falta de confiança de muitas pessoas vem associado a um autojulgamento crítico em excesso, muita autocobrança, além do péssimo hábito de comparação com os outros. Ao fazer isso, o indivíduo sempre encontrará alguém mais inteligente, mais atraente, mais magro.

Se você busca criar mais confiança em si mesmo, este artigo pode te ajudar. Continue a leitura!

Por que a autoconfiança é importante?

A autoconfiança não é algo superficial. É um profundo senso do seu próprio valor, sem precisar recorrer a elementos externos, como um carro do ano, um cargo de alta gerência ou roupas de grife. É ter a coragem de admitir que é imperfeito em determinadas áreas, mas também sabe quais são suas qualidades.

É preciso conhecer bem suas habilidades, qualidades e julgamentos, pois se você não tiver certeza sobre elas será muito difícil convencer alguém que você as possui.

Além disso, autoconfiança torna qualquer pessoa mais atraente, o leva a conseguir as melhores vagas de emprego e ajuda a sempre tomar as decisões certas, que vão trazer felicidade na sua vida.

Portanto, desenvolver autoconfiança não é opcional. É obrigatório. Felizmente, é possível recuperar a confiança em si mesmo. E a autocompaixão é o caminho mais rápido para construir a sua autoconfiança.

Quais as principais dicas de como melhorar sua autoconfiança?

Se você não tem confiança em uma área específica ou se esforça para se sentir confiante com alguma coisa, as estratégias abaixo podem lhe ajudar. Confira!

Pare a comparação com os outros

Se você constantemente compara sua vida com a dos seus amigos no Facebook, seu salário com os colegas de trabalho ou as suas posses com as do vizinho, está na hora de interromper esse hábito. Comparar a sua vida com a dos outros não é nada saudável.

A comparação leva à inveja, e quanto mais inveja, mais você se sentirá sobre si mesmo. Isso acaba se tornando um círculo vicioso. Quando perceber que está se comparando lembre-se que você não está em uma competição. É possível admirar as conquistas dos outros sem afetar a confiança em si mesmo.

Pense positivamente

Pensar negativamente tem o potencial de abalar a confiança de qualquer pessoa. Prestar atenção apenas nos seus próprios erros é uma ameaça à autoestima e torna a negatividade cada vez mais poderosa.

Portanto, diante de algum pensamento negativo, pare um pouco e enumere pelo menos 5 pensamentos positivos sobre você, enaltecendo conquistas alcançadas, pontos que se orgulha ou boas ações realizadas.

Cuide de seu corpo

Pratique o autocuidado. É difícil ser confiante quando não trata seu corpo da melhor maneira possível. Não dormir o suficiente, comer alimentos pouco saudáveis e deixar de fazer exercícios são alguns exemplos da falta de cuidado com o próprio corpo.

A partir do momento que sua imagem corporal melhora, naturalmente você se sentirá mais confiante consigo mesmo.

Procure um psicólogo

Às vezes, a baixa autoconfiança é causada por um problema maior, como um evento traumático do passado ou algum problema de saúde mental. A melhor forma de detectar isso é por meio de uma consulta com um psicólogo.

Durante a psicoterapia você entenderá, por exemplo, que ficar um pouco ansioso ou cometer alguns erros não é tão ruim quanto pensa. E cada vez que avançar em algum tópico específico durante as consultas, conquistará mais confiança em si mesmo.

Dessa forma, buscar maneiras de como ser mais confiante é uma prática saudável e importante para uma melhor qualidade de vida. Praticar a autoconfiança ajudará você a atingir seu desempenho máximo e alcançar a felicidade.

Gostou das dicas de como ser mais confiante? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato comigo!