Pular para o conteúdo

Descubra como melhorar a autoestima com apenas 5 hábitos

A autoestima é algo volátil. Tem dias que nos sentimos confiantes, dispostos e aptos a fazer qualquer coisa que venha à cabeça. Outras vezes, precisamos de alguns conselhos sobre como nos sentirmos melhor conosco mesmos.

Para diminuir essa flutuação, temos que fazer um esforço consciente para corrigir nossos pensamentos para nos sentirmos bem com nós mesmos.

Felizmente, alguns pequenos hábitos podem ajudar nesse processo. Confira alguns deles abaixo.

1. Concentre-se em alcançar pequenos objetivos

Quando não nos sentimos bem com algo, é natural alimentarmos um desejo de mudança. Essa motivação é ótima, porém, é comum que as pessoas idealizem metas ou objetivos que podem ser um pouco difíceis de serem alcançados.

É claro, você pode sonhar alto, mas experimente quebrar esse objetivo maior em pequenas metas diárias e alcançáveis.

Por exemplo, se você quer emagrecer, você pode começar com uma meta simples, como se levantar assim que o despertador tocar e sem acionar o modo soneca. Em seguida, fazer uma atividade física, como caminhar durante 15 minutos, logo após acordar. Após, experimente cortar um determinado alimento não saudável.

Conforme vai atingindo essas simples metas você terá cada vez mais autoconfiança e motivação para seguir em frente e alcançar objetivos cada vez maiores e complexos.

Isso com certeza não vai apenas melhorar a sua autoestima, mas também a sua saúde mental.

2. Desafie crenças negativas

Deixe a autocrítica um pouco de lado e enfrente aqueles pensamentos negativos que estão impedindo você de crescer.

Você descobrirá que a maioria de suas crenças negativas não são baseadas na realidade, mas apenas medos e pensamentos irracionais que você aprendeu e aceitou como uma verdade ao longo de sua vida

Em vez de pensar em “Eu não consigo fazer isso”, mude para “Como posso aprender a fazer isso?” ou “Esta é uma grande oportunidade para aprender algo novo!”.

Quando você eliminar o sentimento constante e negativo, você consegue mais confiança, clareza mental e alegria na sua vida no longo prazo.

3. Aceite elogios

Às vezes estamos com uma autoestima tão baixa que nem sequer estamos abertos para receber elogios dos outros.

Aceitar elogios é uma grande oportunidade para aprender o que as outras pessoas sentem sobre você ou o que valorizam no seu caráter.

Por isso, em vez de minimizar o elogio recebido, agradeça pelo feedback e inclua ele na sua lista de pontos positivos. Por mais que todos tenham coisas a melhorar, também precisamos estar cientes dos nossos próprios pontos positivos.

Aproveite também para elogiar os outros, percebendo e identificando atitudes que você admira.

4. Escolha bem as pessoas ao seu redor

Não gaste seu tempo com pessoas que o rebaixam ou te despertam sentimentos negativos.

Por mais que estejamos na “era das redes sociais”, onde as pessoas valorizam o número de seguidores que alguém tem, sempre priorize a qualidade do que a quantidade na sua vida social presencial e também online.

Fique próximo daqueles que te motivam a crescer ou que tenham algo a lhe ensinar.

Por exemplo, se você quer uma alta autoestima, procure aquelas pessoas que tenham uma autoestima saudável. Com certeza você será contagiada por essa positividade e autoconfiança, ajudando a promover o seu crescimento pessoal.

5. Evite o perfeccionismo

Sinto muito, mas ninguém é perfeito, e isso também vale para você. Por mais que você queira lutar para ser perfeita, você nunca se sentirá bem o suficiente.

Por isso, comece a reconhecer  as suas imperfeições em determinadas áreas, mas sem esquecer que você também tem muitos outros atributos de destaque que não podem ser deixados de lado.

Pessoas com autoestima elevada estão plenamente conscientes de seus defeitos, e mais ainda de seus pontos positivos. Já aqueles com autoestima baixa só focam nos negativos.

Por isso, se esforce pela excelência, mas não pela ilusória perfeição, e desfrute da sensação de saber que está fazendo o seu melhor.

Gostou destas dicas de como melhorar a autoestima? Se quiser receber um feedback mais personalizado, experimente passar por uma consulta comigo. Ficarei feliz em ajudar você na sua jornada de autoconhecimento.

Voltar ao topo