Pular para o conteúdo

Como manter a saúde mental durante a pandemia?

O assunto “pandemia” simplesmente dominou os debates e noticiários mundo afora. Mas, como ninguém é de ferro, absorvemos tudo de uma forma intensa, o que pode acarretar problemas à saúde. Sobre os cuidados, todo mundo já sabe que eles devem ser seguidos à risca. O pânico, por exemplo, precisa ser evitado, mas vai falar isso para alguém ansioso.

Você já deve ter notado que o seu comportamento mudou. Apenas observe, olhe para suas atitudes atuais. O zelo é imprescindível, mas na medida certa. Se você não para um minuto de pensar que vai contrair a Covid-19 ou que vai perder alguém que ama, sinto lhe informar, mas já está acometido pelo medo.

Na tentativa de minimizar o impacto do momento, muitos estão buscando algumas técnicas efetivas para manter a saúde mental. Lembre-se que não é vergonha nenhuma procurar ajuda. No fundo, precisamos penetrar nas profundezas do nosso ser para desvendar algumas questões. Vamos juntos!

Procure fazer coisas produtivas

Exatamente! Não mergulhe no pânico propagado pelas redes sociais. Claro que é importante estar atento ao que está acontecendo, porém, sem exageros. Como as pessoas disseminam achismos, não deixe que isso interfira na sua saúde mental. Busque atividades prazerosas e edificantes.

Aí surge outra indagação: Que tipo de atividade? Escolha! Aquele livro que está te esperando há meses. Séries, documentários e filmes são excelentes opções para fazer o tempo passar. Além do mais, já pensou em utilizar esse tempo para aprender? Busque cursos online e gratuitos. Aprender com prazer não tem preço.

A pandemia é um horror, mas tenha equilíbrio

A priori, ratifico que este texto não é um acoplado de soluções mágicas para te deixar menos aflitivo. O objetivo é propor algumas técnicas que podem te ajudar. E, sim, o equilíbrio é peça-chave. Ter tranquilidade de espírito é entender que os cuidados não podem extrapolar o bom senso. O excesso, entretanto, pode trazer à tona problemas como ansiedade.

Interaja com amigos

Estamos diante de um paradoxo: distanciamento social e interação. Será que é possível manter a interação com amigos? Saiba que a resposta é positiva. Você poderá fazer isso de forma online. Use plataformas como Skype, WhatsApp e Hangouts para ficar perto de seus amigos. Trocar ideias distrai, reconforta e é um ótimo antídoto contra solidão.

Tenha um bom relacionamento com a solitude

Diferentemente da tão temida solidão, a solitude é um encontro consigo mesmo. Termo popularizado por Paul Tillich, aqui temos a oportunidade de vislumbrar uma solidão voluntária, ou seja, um momento ímpar de muita conexão e reflexão. A correria diária costuma ser tão extenuante, valorize sua companhia nesta quarentena.

Procure ajuda

Como já foi exposto, procurar um especialista e explicitar conflitos não é motivo de vergonha. Aliás, é uma prova de coragem. A vulnerabilidade é inerente à condição humana. Agora com a pandemia a tensão intensifica. Mas não pense que terá que se deslocar, muitos psicólogos estão atendendo online justamente para facilitar o processo.

A pandemia do coronavírus pegou o mundo de surpresa. Nesse sentido, é natural aflorar sentimentos como medo e angústia. Todavia, você pode impedir que eles guiem suas ações. Siga todos os passos, fique perto de quem te ama e obedeça aos cuidados necessários, tudo com muita sensatez. Este cenário atípico não durará para sempre.

Caso precise de suporte psicológico durante a pandemia, estou atendendo online. Entre em contato!

Voltar ao topo