Pular para o conteúdo

Como lidar com o cyberbullying

Cotidiano
Como lidar com o cyberbullying

Hoje em dia, qualquer pessoa que acessa a internet pode se tornar vítima do cyberbullying. Esses tipos de ataque online acometem qualquer um, independentemente da idade, gênero ou posição social.

O bullying em si não é novo, mas a forma como as pessoas lidam com ele mudou. O que antes era reservado apenas aos pátios das escolas, agora ocorre livremente nas redes sociais. A grande verdade é que essas plataformas têm se tornado em ambientes cada vez mais tóxicos, onde não existe empatia, compreensão e respeito com o outro.

A palavra escrita é, às vezes, pior do que a palavra falada, devido à sua permanência online. E como o ataque é público, sendo visto por milhares (ou milhões) de pessoas, torna a experiência ainda mais dolorosa, principalmente para os mais jovens.

Por isso, aqui estão algumas dicas de como lidar com o cyberbullying.

Não alimente os trolls

Um dos principais objetivos de uma pessoa que pratica o cyberbullying é irritar, chatear ou confundir os outros. Por isso, eles esperam que aquele que foi alvo do ataque responda de alguma maneira, indicando que elas tiveram sucesso em seus ataques.

Por isso, uma boa estratégia para lidar com o cyberbullying é simplesmente ignorá-los, evitando respondê-los. Ou seja, o bom e velho “não alimente os trolls” é a estratégia número 1 para contornar a situação.

Bloqueie a pessoa

Lembre-se, você tem sempre a opção de bloquear ou deixar de seguir as pessoas que estão te machucando emocionalmente. O seu tempo é preciso, por isso, não desperdice a sua vida e energia mental com esses indivíduos.

É claro, o bloqueio pode ser difícil quando você tem que conviver presencialmente com a pessoa. Neste caso, é possível silenciar os autores do ataque, excluir os comentários maldosos ou até denunciar os usuários para as redes sociais.

Cuide da sua privacidade

Tudo o que você publica nas redes sociais pode ser facilmente compartilhado por pessoas que você não conhece. Por isso, sempre pense antes de postar que tipo de informação pessoal você quer tornar público na internet.

Além disso, cada rede social conta com configurações que permitem gerenciar melhor quem tem acesso aos conteúdos que você publica. Portanto, certifique-se de ter as configurações de privacidade mais altas possíveis caso esteja enfrentando o cyberbulling.

Tire prints da tela

Capturar prints dos ataques é a melhor maneira de se proteger, mantendo uma cópia do que foi dito. Essas imagens serão fundamentais caso precise fazer uma denúncia ou mesmo processar alguém.

Geralmente, o ato do cyberbullying busca apenas irritar a outra pessoa. Entretanto, também pode acontecer da pessoa exagerar nesse ataque e acabar cometendo algum crime previsto em lei. Neste caso, os prints ajudarão em um eventual processo na Justiça.

Cuida da sua saúde mental

Passar por incidentes de cyberbullying pode ser algo difícil. Contudo, não há problema em sentir raiva e tristeza. O importante é relevar a situação, superar o ataque e seguir em frente.

Caso você esteja enfrentando problemas para lidar com o ocorrido, pense na possibilidade de conversar com um amigo ou familiar. E, se precisar de uma ajuda profissional, que tratará o problema com discrição e sem julgamentos, procure a ajuda de um psicólogo especialista em terapia cognitiva comportamental. Entre em contato comigo e agende sua consulta.

Para mais dicas de saúde mental e qualidade de vida, siga o meu perfil @dryuribusin no Instagram!

Últimas publicações

images/blog/o-que-e-vergonha-e-como-lidar-com-ela.jpg
Cotidiano

O que é vergonha e como lidar com ela?

images/blog/o-que-e-bolha-social.jpg
Cotidiano

O que é bolha social e como ela pode afetar a sua vida

images/blog/porque-voce-deve-comecar-a-ter-compaixao.jpg
Cotidiano

Por que você deve começar a ter autocompaixão hoje mesmo

Tudo bem buscar ajuda!

Agende agora mesmo uma consulta e vamos conversar.

Agendar uma consulta
Yuri Busin