Pular para o conteúdo

Como lidar com a derrota e seguir em frente?

Cotidiano
Como lidar com a derrota e seguir em frente?

Não importa o quão inteligente, dedicado e habilidoso você seja ou mesmo o quanto tenha se preparado para um determinado desafio. Sempre haverá momentos em que você experimentará a derrota.

Às vezes pode ser muito difícil enfrentar um fracasso, aceitá-lo e, principalmente, conviver com ele. Frustração, raiva e decepção são comuns nesse momento, mas é importante entender que nem sempre as coisas saem da maneira como planejamos.

Por isso, a melhor coisa a se fazer é aprender a lidar com a derrota, e seguir em frente com mais sabedoria e força do que antes.

Livre-se dos pensamentos negativos

Ninguém gosta de perder, e enfrentar a agonia da derrota pode ser problemático para qualquer um. Porém, por mais difícil que possa parecer, perder é, na verdade, uma excelente oportunidade para você aprender. Na verdade, você aprende muito nesses momentos – muito mais com uma derrota do que com uma vitória.

Por isso, uma maneira de acalmar a montanha-russa emocional é reconhecer os erros e aprender com eles. A partir daí, identificar os pontos positivos dessa derrota.

Perder faz parte do jogo e, embora não seja divertido, nunca é o fim do mundo. Muito provavelmente, você sairá mais fortalecido do que antes. E, quanto mais rápido você superar uma derrota, você terá mais tempo para se preparar para o próximo desafio.

Porém, dessa vez, tome cuidado para não ficar muito apegado ao plano ou estratégia que elaborou, pois isso alimentará as chamas para internalizar o fracasso. Ou seja, quando internalizamos a derrota, aumentamos os sentimentos em torno do fracasso.

A arte de aceitar o fracasso

A primeira coisa a fazer é não internalizar a perda – remoendo o que aconteceu repetidas vezes na mente. Esse comportamento acaba concentrando exclusivamente nos seus erros e prolongando o sofrimento emocional, por conta da autocobrança.

Para resolver essa questão, é preciso entender que nem tudo está sob o seu controle. Há várias circunstâncias que podem afetar o seu resultado pretendido. Portanto, em vez de ser um “mau perdedor”, experimente potencializar a sua inteligência emocional – principalmente em sua autoestima e autoconfiança.

Reconhecer as emoções-chave é fundamental para superá-las. Caso contrário, você cede ao poder delas, impedindo-o de seguir em frente. Em vez de dar muito peso à derrota, abrace a mentalidade de que ela é um trampolim no caminho para o seu sucesso.

Manter uma mentalidade flexível permite que você se adapte à sua situação atual e mantenha a criatividade fluindo para seus objetivos futuros. Esses pensamentos e comportamentos novos você pode aprender fazendo terapia cognitivo comportamental.

Além disso, se o que aconteceu não pode ser mudado, basta tirar aprendizados dele. Isso envolve reforçar a sua autoconfiança, autoestima e senso de orgulho, relembrando todas as suas outras conquistas e sendo gratas por ela.

Sabendo que a derrota de alguma forma ou de outra poderá ocorrer novamente no futuro, é importante desenvolver uma maneira positiva de reagir nessas situações. Lembre-se, é inútil tentar evitar a derrota a todo custo, pois isso apenas coloca em uma posição vulnerável de medo e ansiedade constante.

Gostou deste artigo? Acesse mais conteúdos sobre saúde mental no meu perfil no Instagram @dryuribusin!

Últimas publicações

images/blog/como-vencer-o-medo-de-falar-em-publico.jpg
Cotidiano

Como vencer o medo de falar em público

images/blog/como-se-relacionar-com-pessoas-mentirosas.jpg
Cotidiano

Como se relacionar com pessoas mentirosas

images/blog/fobia-social-quais-os-sintomas.jpg
Cotidiano

Fobia social: quais são os sintomas e como se livrar dela

Tudo bem buscar ajuda!

Agende agora mesmo uma consulta e vamos conversar.

Agendar uma consulta
Yuri Busin