Tratar uma pessoa com ansiedade depende da natureza do transtorno e das preferências individuais do paciente. Muitas vezes, o tratamento da ansiedade combina terapia, medicação e adoção de novos hábitos.

Reconhecer os sintomas em desenvolvimento de sentimentos ansiosos e buscar por uma ajuda profissional reduzirá o impacto negativo na vida da pessoa.

Neste artigo, você vai conhecer o que é a ansiedade e quais são os tratamentos recomendados. Continue lendo!

 

O que é ansiedade?

A ansiedade é o comportamento de imaginar que uma situação ou circunstância futura tem o potencial de causar danos a você, a alguém ou a algo de que você gosta.

Todo mundo experimenta ansiedade em algum grau. E a maioria das pessoas tem ataques de pânico em algum momento de suas vidas. Então a ansiedade não é ruim. É apenas um desfecho fisiológico, psicológico e emocional quando nos comportamos de maneira apreensiva.

A ansiedade se transforma em um transtorno — um termo usado para descrever quando um comportamento provoca uma interrupção do funcionamento normal — quando a preocupação e a ansiedade que ele cria interferem em um estilo de vida habitual.

O problema é que as personalidades excessivamente ansiosas percebem o perigo mais frequentemente e em graus mais elevados do que aqueles que não estão tão ansiosos. É esse comportamento excessivamente ansioso que causa problemas de ansiedade na vida das pessoas.

 

As formas de tratamento da ansiedade

A ansiedade não é ruim. Ela não é uma doença que as pessoas desenvolvem, contraem ou nascem com elas. Ansiedade resulta quando nos comportamos de maneira apreensiva. E se você não está conseguindo controlar esse comportamento ansioso, é preciso procurar tratamento.

Transtornos de ansiedade aparecem por causas específicas e têm razões concretas para persistir. Uma vez que esses motivos sejam identificados e adequadamente abordados, os transtornos de ansiedade, acompanhado de suas sensações e sintomas, podem ser aliviados.

Segue alguns métodos que podem diminuir o sentimento ansioso!

 

Autotratamento

As técnicas de relaxamento podem ajudar a lidar com as emoções ansiosas antes que elas se transformem em um distúrbio. Em alguns casos, uma pessoa pode gerenciar a ansiedade em casa, sem a necessidade de uma supervisão clínica. No entanto, isso pode estar limitado a períodos de ansiedade mais curtos e menos severos.

Certas medidas podem ajudar a reduzir os sinais de ansiedade, incluindo exercícios de respiração profunda, banhos prolongados, meditação, ioga e descanso no escuro.

Exercícios para substituir pensamentos negativos por positivos, como escrever um diário também são bastante efetivos. Ao listar os pensamentos negativos e ressignificá-los em outra lista contendo pensamentos positivos, é possível minimizar os sintomas ansiosos.

O esforço físico e um estilo de vida ativo também podem melhorar a autoimagem e desencadear a liberação de substâncias químicas no cérebro que estimulam as emoções positivas.

 

Medicamentos

Uma variedade de medicamentos está disponível para tratar transtornos de ansiedade, e eles são frequentemente usados em conjunto com a terapia. Você também pode ser prescrito uma combinação de medicamentos.

Os dois tipos gerais de remédios usados para tratar transtornos de ansiedade são os antidepressivos (apesar do nome, eles são o tratamento de primeira linha) e os medicamentos antiansiedade (às vezes chamados de ansiolíticos).

As drogas são mais baratas e consomem menos tempo que a terapia, mas você pode não ser capaz de superar sua ansiedade usando apenas a medicação.

 

Terapia

Uma forma de psicoterapia, chamada terapia cognitiva comportamental, é o principal tratamento utilizado para curar os transtornos de ansiedade. A terapia se concentra em mudar o pensamento doentio e os padrões de comportamento através de sessões de conversação com um psicólogo.

Durante a psicoterapia, você trabalhará com o terapeuta para desenvolver técnicas positivas para lidar com seus sintomas de ansiedade. Você também aprenderá a identificar e gerenciar fatores que contribuem para sua ansiedade.

A terapia cognitiva comportamental pode envolver o aprendizado de como mudar os padrões de pensamento prejudiciais para que você tenha menos ansiedade ao longo do tempo. Você também pode aprender técnicas de relaxamento — como exercícios de respiração profunda — para ajudar a neutralizar seus sintomas.

Geralmente, a terapia não é uma solução rápida. Ela pode demorar até três ou quatro meses antes de você começar a perceber os benefícios de suas sessões de terapia. Mas esses benefícios podem durar por muito mais tempo.

Identificar e abordar os fatores que desencadeiam o processo ansioso é a melhor forma de tratamento da ansiedade. A combinação de bons hábitos e o trabalho com um psicólogo experiente é a maneira mais eficaz de abordar o transtorno de ansiedade e seus sintomas.

 

E você, gostaria de saber mais informações sobre o tratamento da ansiedade? Entre em contato comigo e marque uma conversa para que eu possa explicar como posso te ajudar!