Pular para o conteúdo

Como diminuir a compulsão alimentar?

O transtorno da compulsão alimentar é uma condição bastante comum, no qual o indivíduo experimenta episódios de consumo de grandes quantidades de alimentos. Geralmente, esse transtorno também vem acompanhado da sensação de perda de controle durante a compulsão, além da culpa e da vergonha.

Os riscos deste transtorno vão muito além da obesidade. A pessoa pode desenvolver diabetes, doenças cardíacas, alterações na vesícula biliar, entre outros.

Normalmente, o transtorno é tratado com psicoterapia e aconselhamento nutricional. Porém, algumas mudanças no estilo de vida também podem ajudar no controle da compulsão alimentar e impulsionar o tratamento com o psicólogo e a nutricionista.

Parando uma compulsão alimentar quando ela chega

Apesar de todo o esforço, o desejo de comer pode ser forte, mesmo que a pessoa não esteja com fome. Por isso, é fundamental que táticas sejam utilizadas para se conter.

Se você se distrair com outras coisas e se afastar dos gatilhos alimentares, verá que essa sensação começa a desaparecer. Pense no impulso de comer como uma onda do oceano que vai crescer, mas que depois vai embora.

Sair para caminhar, fazer meditação ou ler um livro podem funcionar como meios de distrair a sua mente e corpo da vontade de comer.

Experimente fazer tudo o que a faz sentir bem consigo mesmo. Você pode ouvir música, que melhora seu humor; ir à academia, que libera endorfina; ou assistir a um filme engraçado.

Esqueça de dietas da moda

O melhor caminho para emagrecer é receber aconselhamento de uma nutricionista.

As dietas da moda muitas vezes podem ser muito prejudiciais à saúde, e estudos mostram que métodos alimentares excessivamente restritivos podem desencadear episódios de compulsão alimentar.

Se você ficar longe dos alimentos que gosta ou de que seu corpo precisa, seus desejos aumentarão e você poderá, mais tarde, consumir uma grande quantidade dos alimentos que não se permitiu comer.

Por isso, em vez de seguir dietas milagrosas que se concentram em cortar grupos de alimentos inteiros ou reduzir significativamente a ingestão de calorias para perder peso rapidamente, concentre-se em fazer mudanças para ingerir alimentos mais saudáveis.

Experimente comer mais frutas, vegetais e grãos integrais. Já as guloseimas, tente moderar e não excluí-los de uma só vez da dieta.

Além disso, esteja ciente de seus próprios hábitos, por exemplo, se você tende a comer demais enquanto assiste televisão. Neste caso, desligue a TV quando for se alimentar.

Isso pode ajudar a reduzir a compulsão alimentar e promover uma saúde melhor.

Encontre alguém para conversar

Falar com um amigo ou colega quando tiver vontade de comer demais pode ajudar a reduzir o desejo compulsivo.

Porém, a melhor forma de receber apoio é por meio de um psicólogo.

Embora as dicas acima possam ser úteis, muitas vezes é necessário um plano de tratamento elaborado por um profissional para ajudar a superar a compulsão alimentar.

A terapia cognitivo-comportamental, a forma mais eficaz de terapia, explora a conexão entre seus pensamentos, sentimentos e padrões alimentares e, em seguida, desenvolve estratégias para modificar seu comportamento e resolver o problema de uma vez por todas.

Tem Instagram? Que tal seguir o meu perfil no Instagram @yuri.busin e receber mais dicas de psicologia?

Voltar ao topo