Pular para o conteúdo

Aprenda a lidar com o sentimento de insegurança

Todo mundo se sente um pouco inseguro às vezes. Esse sentimento de inadequação é comum, porém, em excesso, ele pode gerar problemas nos relacionamentos, no trabalho, assim como na vida cotidiana como um todo.

Essa insegurança pode ser desencadeada por ansiedades, medos ou qualquer acontecimento que foge ao controle da pessoa.

Porém, existem maneiras de lidar com esses pensamentos de insegurança e viver a vida com mais confiança.

A origem da insegurança

Geralmente, a insegurança é impulsionada por uma voz interna de autocrítica.

A partir de experiências dolorosas e eventos testemunhados, a pessoa começa a carregar dentro de si uma série de pensamentos destrutivos em relação a ela mesma.

Muitas vezes, uma criança que tinha pais ausentes ou muito intrusivos acaba desenvolvendo algumas características psicológicas, como a introversão, baixa autoestima ou desconfiança, o que potencializa a insegurança.

Por outro lado, pais que tratam os filhos de forma realista, com aceitação e compaixão, afastam deles uma insegurança no futuro.

Os efeitos da insegurança

Conforme envelhecemos, vamos internalizando inconscientemente inúmeras vozes internas, muitas vezes recheadas de autocríticas, como “você é um fracasso”, “ninguém nunca vai te amar” ou “de que adianta tentar?”.

Sem o auxílio de uma terapia com um psicólogo clínico, esses pensamentos negativos vão se acumulando e se enraizando, com a pessoa acreditando neles como sendo “verdades”.

Com o tempo, a pessoa vai se tornando tímida em uma festa, tem medo de se arriscar em uma nova oportunidade de trabalho ou buscar novos objetivos. Muitas vezes, essa inadequação interna é externada na forma de ataques a pessoas ao seu redor, como amigos, familiares ou mesmo filhos.

Em um relacionamento, por exemplo, não se sentir bem o suficiente pode ser especialmente perigoso, pois torna a pessoa sujeita a sentimentos de ansiedade, apego e ciúme, o que pode facilmente tornar a relação em algo tóxico.

Portanto, imagine como seria a vida se você não ouvisse nenhum desses pensamentos maldosos ecoando em sua cabeça. Imagine como seria a realidade se você pudesse viver livre dessa insegurança.

As dicas para diminuir a insegurança

É muito fácil ser duro consigo mesmo quando se perde uma promoção no trabalho ou comete um erro. Mas você já tentou perdoar a si mesmo, entendendo que nem sempre as coisas vão sair como o planejado?

Considere todas as suas experiências - sejam elas positivas ou negativas - como um aprendizado. Apenas dê um passo para trás e observe de forma lógica o que aconteceu e tente tirar algo positivo da experiência.

Outra forma de aumentar a sua segurança é passar mais tempo com pessoas que amam você. Não há nada que possa aumentar a sua confiança de forma mais rápida do que estar perto de pessoas que desejam o seu bem.

Também não esqueça de comemorar os seus sucessos. Ter orgulho do que você faz, mesmo que pareça estranho no início, pode ter um efeito poderoso sobre sua autoestima.

Aproveite ainda o seu tempo livre para fazer coisas que tragam alegria e felicidade para você. Melhor ainda, considere aprender uma nova habilidade ou experimentar aquele hobby que você está há algum tempo deixando para depois.

Todo mundo lida com a insegurança em algum nível, mas se não for controlada, ela pode ter um grande impacto no seu dia a dia. Portanto, não hesite em procurar um psicólogo se achar que precisa de ajuda profissional.

Para receber mais dicas de bem-estar, experimente seguir o meu perfil no Instagram @yuri.busin.

Voltar ao topo