Pular para o conteúdo

A importância da conversa durante a quarentena

Para reduzir a propagação da Covid-19 foi imposto ao mundo o isolamento social. Essa medida tem salvado vidas e é muito importante que a quarentena não seja quebrada. Não só pela própria saúde, como a do próximo também.

Contudo, ficar confinado em casa, sem ver as pessoas do dia a dia, traz consequências. Sentir solidão é uma delas. Sendo assim, tentar manter o convívio, na medida do possível, com amigos e familiares durante esse período é fundamental.

Benefícios de uma conversa

Antes de mais nada, não é fácil ser feliz em plena pandemia. Mas você sabia que uma conversa agradável é capaz de proporcionar essas e outras sensações positivas? Usar esse refúgio emocional é uma ótima tática para fortalecer a confiança, aliviar o estresse e diminuir a tristeza.

Conversas boas e dinâmicas são estimulantes e produtivas. Aliás, elas são responsáveis por acionar alguns neurotransmissores, como a serotonina, um hormônio da felicidade. Ou seja, um bate-papo não é apenas uma mera informalidade. Ele faz a diferença!

Convívio social durante a quarentena

Mas como ter um convívio com pessoas com tantas restrições? Conversar presencialmente é melhor, afinal, nada substitui o olho no olho. Entretanto, em tempos de distanciamento social é preciso arrumar soluções funcionais e que não prejudicam ninguém.

Uma dica para esse momento é ter em mente que, nesse caso, a distância tem de ser apenas física. Caso contrário, a saúde mental tende a ficar ainda mais afetada. Ficar isolado do mundo tem esse efeito.

Porém, essas medidas de segurança podem e devem ser acalentadas através de uma boa conversa, desfrutando dos seus benefícios. Mas nada ao vivo! Sendo assim, vale usar a tecnologia para o bem e conviver e dialogar de forma online.

A tecnologia a seu favor

Olhar para o lado negativo do mundo tecnológico sempre foi uma tendência. O motivo? Muitas vezes, a sensação é de que esse universo afasta mais do que aproxima as pessoas. Em contrapartida, com o coronavírus, ocorre o oposto.

E mostrando um outro ponto de vista, é válido imaginar esse mesmo cenário há algumas décadas, quando redes sociais não existiam, entre outras tecnologias. Sem dúvida, lidar com toda essa pandemia seria muito mais difícil. Ainda bem que os dias atuais são diferentes.

Portanto, existem formas seguras de estreitar laços e matar a saudade de amigos e familiares, independentemente da idade. É possível se conectar com o que, aparentemente, está desconectado. Seja através de um diálogo por chamada de vídeo, um telefonema ou mensagens de textos.

Conversar é sempre a melhor terapia

O vírus pode afastar o convívio presencial, mas nunca o emocional. Como deu para perceber, conversas, por mais que sejam diferentes agora, são fundamentais para enfrentar toda essa situação. Um diálogo é capaz de aliviar emoções negativas e refletir para o bem.

Não deixe de conversar, sejam amenidades ou assuntos mais profundos. Fale com um amigo ou um parente de confiança. E se necessário, uma ajuda psicológica pode mudar o rumo e fazer com que haja conexão com o que realmente importa nessa quarentena.

Se precisar conversar com um psicólogo durante a quarentena estou à disposição. Marque agora sua consulta online!

Voltar ao topo