Pular para o conteúdo

8 técnicas para lidar com a rejeição

Lidar com a rejeição não é fácil. A própria palavra, por si só, traz uma atmosfera pesada e uma sensação de fracasso. A verdade é que ninguém gosta de ser preterido – seja no trabalho ou nas relações afetivas. Lidar com a rejeição é sempre desafiador.

Mas todo mundo vai passar por isso em algum momento da vida. Aliás, o fracasso humaniza e te faz repensar o que realmente vale a pena e o que merece ser descartado de uma vez por todas. Não existe unanimidade, por isso, nem sempre somos correspondidos.

É preciso aprender a enxergar o lado bom das coisas e, principalmente, ter em mente que evolução é um processo árduo e que não se esgota.

Antes de tudo, vamos imergir um pouco no entendimento de Lacan. Segundo o francês, na rejeição do amor, por exemplo, tanto a dor de ter perdido o amado para o rival como a integridade da imagem narcísica podem ser corrosivas.

Felizmente, é possível aprender a lidar com a rejeição e dar a volta por cima, a partir de várias técnicas. O fracasso parece irremediável, mas você pode sim driblar este mal de uma forma madura.

1. Tenha autoestima

Parece utópico falar de autoestima quando a pessoa está despedaçada por uma paixão que não deu certo ou com a entrevista de emprego que foi um fiasco. Todavia, ter uma percepção positiva de si mesmo vai auxiliá-lo a enfrentar desafios.

2. Você não é um fracasso

Você não é sua nota baixa na faculdade, tampouco aquele emprego que findou antes do pretendido. Você também não é os seus amores que não deram certo, e tudo bem se os seus pais elogiam mais o seu irmão. Não se limite pela percepção dos outros, exercite o seu próprio poder.

3. Aprenda a lidar com a rejeição

Parece redundante reiterar esta máxima, mas aprender a lidar com a rejeição é aceitar que ela faz parte do processo. Como disse anteriormente, absolutamente ninguém é feliz e aceito o tempo inteiro. O fracasso humaniza e te tira da zona de conforto e estagnação.

4. Se reinvente

A vida é movimento e reinvenção, ou seja, “sobrevive quem melhor se adapta às mudanças”. Tudo está em constante transformação, e não há nada mais prazeroso do que deixar o passado no seu devido lugar e trazer à tona uma nova versão de si mesmo.

5. Assuma sua vulnerabilidade

Nós não somos invulneráveis! Assumir as próprias fraquezas, ser realista e entender que você não pode mudar o mundo sozinho, são maneiras eficazes de colocar os seus pés no chão. A rejeição mexe diretamente com o ego e, nesse sentido, se despir da vaidade desmedida pode te ajudar a lidar com isso.

6. O outro não pertence a você

Interrompa o apego emocional. O outro pode estar com você, mas não é a sua propriedade. Isto significa que, se ele não quiser mais, aceite e avance. Não vale a pena insistir em uma relação em que só há amor advindo de uma única parte. Toda relação é mútua, não suplique carinho.

7. Não desista dos seus sonhos

Imagine a seguinte situação hipotética: Um cantor recebe críticas extremamente negativas sobre seu trabalho. Será que ele deve desistir? Claro que não! Quando você faz algo sempre irá dividir opiniões. Se gosta do que faz, procure se aperfeiçoar constantemente, mas não desista assim tão fácil.

8. A vida é uma só

Eu sei que tem gente que acredita em outras vidas, e, para falar a verdade, não quero entrar no campo religioso e nem mexer com a credulidade de ninguém. Mas entenda que a vida é efêmera. Lidar com a rejeição é ser forte, não se entregar às lamúrias e procurar tirar o melhor de cada situação.

Espero que essas técnicas tenham ajudado você. Mas se você ainda enfrenta dificuldade para lidar com a rejeição, marque uma consulta comigo!

Voltar ao topo