Ao longo da vida, todos experimentam algum tipo de perda. Pode ser o fim de um relacionamento, a saída de um emprego ou a morte de familiar. Qualquer que seja o caso, a resposta natural é sofrer de alguma forma e ter que aprender a superar o luto.

Dependendo da perda, o luto pode ser debilitante afetando a vida de uma pessoa em diferentes formas e níveis. Embora lidar com o evento possa ser uma experiência profundamente pessoal, existem algumas etapas básicas e universais nesse processo.

Portanto, aqui estão 5 pequenas ações que você pode realizar todos os dias para ajudar a se mover em direção a superação.

1. Reconheça a dor

O luto pode gerar uma montanha-russa de sentimentos, podendo envolver tudo, como tristeza, culpa e até medo. Nesse momento, um indivíduo pode começar a duvidar de si mesmo, dos outros ou de sua fé religiosa. Tudo isso é absolutamente normal e necessário para alcançar a cura.

O importante nesse processo é reconhecer esses sentimentos para poder prepará-lo melhor para combatê-los quando eles surgirem. Ser capaz de conscientemente dizer a si mesmo que a dor da perda está se manifestando de várias maneiras em seu psicológico ajuda a diagnosticar e tratar esses sintomas.

Dessa forma, não tente ignorar ou esconder o sofrimento. Você precisa experimentar a dor e a tristeza para poder passar por ela e seguir em frente.

2. Mantenha a mente ocupada

O luto pode ser debilitante. Muita gente perde o ânimo para fazer suas atividades mais corriqueiras. No entanto, uma das chaves para superar o luto é justamente envolver-se no trabalho ou em qualquer outra tarefa.

Manter-se concentrado em algo ajudará a você se distrair um pouco da dor. Além disso, se a atividade é útil ou significativamente importante para outras pessoas, você descobrirá que isso ajudará a elevar o seu espírito.

Embora a dor da perda seja real e deva ser sentida, chegará um momento em que você precisa retomar a sua vida.

3. Busque apoio emocional

Por mais que você deseje ficar sozinho nesse momento, é importante contar com um grupo de apoio ao seu redor para os momentos que precisa de amparo emocional.

Amigos, familiares, representantes religiosos devem ser consultados durante o processo de superação do luto. O buraco deixado pela perda pode ser, pelo menos temporariamente, ocupado por esse grupo de suporte emocional.

Um psicólogo clínico também é fundamental para proporcionar a cura mental e emocional, pois ele fornecerá tratamento especializado, principalmente sobre os estágios do luto, oferecendo conselhos e ensinando táticas para lidar com as emoções intensas.

4. Concentre-se no positivo

Deixe de lado o sentimento de culpa por voltar a viver e curtir a vida. Concentrar-se nos aspectos positivos da vida ajuda a superar a tristeza e fornece uma maneira de ajudá-lo a avançar novamente.

Às vezes, as pessoas em luto não se divertem — como se rir estivesse desonrando a sua perda. A verdade é que o riso e a positividade é um remédio excelente para esses casos.

Não importa o quão difícil seja enterrar esses sentimentos associados à dor, é preciso avançar. Ao se deixar levar pela dor, você pode efetivamente iniciar o processo de cura. Não fique com raiva, tristeza ou saudade por muito tempo. São sentimentos importantes que, uma vez expressos, devem ser deixados no passado.

5. Pratique o autocuidado

Cuidar de si mesmo é importante no dia a dia, principalmente em momentos de luto. Você não é bom para os outros ou para si mesmo se parar de cuidar da sua saúde física e mental.

O sofrimento é desgastante, portanto, descanse, coma bem e cuide de sua aparência física. Isso ajudará a reduzir a sobrecarga emocional, o estresse e a exaustão, além de ajudá-lo a se curar e a se renovar. Meditação, escrita e caminhada também são bons recursos para lidar com o sofrimento.

Esse não é o momento para recorrer às drogas ou ao álcool para mascarar a dor. Isso pode até elevar seu humor temporariamente, mas ele causará danos físicos e mentais a longo prazo para você e seus outros relacionamentos. Além disso, você tem o risco de desenvolver uma dependência dessas substâncias para lidar com a dor.

Com isso, o luto é uma jornada de autoconhecimento. É fácil ficar sobrecarregado enquanto você tenta superar o luto, por isso é importante sempre lembrar de cuidar de si mesmo, tanto do ponto de vista físico quanto mental.

E você, está precisando de apoio profissional para superar o luto? Então, entre em contato comigo agora mesmo!