Em alguns casos podemos sentir uma maior dificuldade de conversar com as pessoas, principalmente, quando não as conhecemos muito bem. Existem diversos fatores que podem fazer com que isso aconteça.

Em alguns casos, a timidez pode fazer com que não tenhamos um contato social satisfatório. Assim, não nos sentimos à vontade para falar sobre nós mesmos, expor nossos medos e anseios ou até mesmo contar sobre alguns acontecimentos de nossa vida.

Para amenizar esses problemas, passa a ser interessante levar em considerações algumas dicas. Confira, abaixo, o que você pode fazer para diminuir a dificuldade de conversar com as pessoas.

A importância da comunicação

A comunicação é a base de qualquer relacionamento humano. No início, duas pessoas estranhas começam a conversar e a se conhecer. A partir daí o relacionamento é formado quando eles passam a ter mais interação e comunicação.

Essa interação ajuda as pessoas a expressarem suas ideias e sentimentos e, ao mesmo tempo, auxilia a entender as emoções e pensamentos dos outros. Como resultado, as pessoas desenvolvem afeição ou ódio pelas outras pessoas, e relacionamentos positivos ou negativos serão criados.

Isso não apenas ajuda a facilitar o processo de compartilhamento de informações e conhecimentos, mas também a desenvolver relacionamentos com outras pessoas.

Portanto, a importância da comunicação não pode ser subestimada. Todos os dias, nos comunicamos com muitas pessoas, incluindo nossas famílias, amigos, colegas de trabalho ou até mesmo com pessoas estranhas. Devemos aprender a nos comunicar efetivamente para melhorar nossas vidas.

Na ausência de contato humano, as pessoas desmoronam física e mentalmente. Elas experimentam mais doenças, estresse e suicídio do que indivíduos bem relacionados. Para muitas pessoas, no entanto, a timidez é a principal barreira para essa necessidade básica.

 

A timidez e a dificuldade de conversar com as pessoas

Tradicionalmente, a timidez é vista como um problema intrapessoal, surgindo a partir de características como autoconsciência excessiva, baixa autoestima e antecipação de rejeição.

A timidez pode controlar as pessoas e torná-las ineficazes em situações em sala de aula, interações sociais e de negócios. Ironicamente, a melhor maneira de superar a timidez é abraçá-la completamente.

Há muitos passos que os tímidos podem tomar para desenvolver relacionamentos satisfatórios sem violar sua natureza básica. Pessoas tímidas simplesmente precisam de um tempo extra para se adaptarem a situações novas ou estressantes, incluindo reuniões sociais ou simplesmente conversas cotidianas.

Elas também precisam de mais tempo para dominar os obstáculos do desenvolvimento da vida. A boa notícia é que as pessoas tímidas acabam conseguindo tudo o que todos fazem. Elas namoram, se casam, tem filhos, conseguem bons empregos. A má notícia é que elas demoram um pouco mais para conquistar tudo isso.

 

Estratégias para conversar com as pessoas

Geralmente, os tímidos se esforçam muito para superar a timidez, mas as estratégias que usam são, em grande parte, ineficazes, às vezes até prejudiciais.

A principal técnica que empregam é a extroversão forçada. Eles vão à festas, bares, bailes, ou seja, lugares que os colocarão próximos a outros. Isso é bom. Mas, infelizmente, eles esperam que os outros façam todo o trabalho de tirá-los do isolamento. Simplesmente aparecer não é suficiente. Não só é ineficaz, como também cede o controle das interações aos outros.

Ocasionalmente, eles adotam soluções potencialmente perigosas, como utilizar do consumo excessivo de álcool para conquistar um grau maior de extroversão.

Os tímidos acreditam que qualquer coisa que digam tem que sair perfeito, informativo, espirituoso, como se a vida cotidiana fosse algum tipo de stand-up. Eles acreditam que todos os estão observando e julgando a todo momento. Essa autocobrança é potencializada por um tipo especial de narcisismo.

Não há nada de errado em ser uma pessoa tímida. A timidez só passa a ser preocupante quando está dominando e impedindo a capacidade de a pessoal se desenvolver socialmente.

O desenvolvimento de habilidades de se comunicar depende da confiança e segurança em situações sociais e esta só pode ser alcançada com o tempo. Muitas estratégias podem ajudar os tímidos a ganhar confiança e entender que suas inibições são naturais e comuns. Veja algumas dessas estratégias!

 

1. Não tenha medo das pequenas conversas

As pequenas conversas são aquelas em que nós puxamos assuntos apenas para iniciar um diálogo. Isso ocorre quando não queremos conversar sobre algo mais sério, mas sim, ter um contato inicial com a pessoa.

A maioria das pessoas gostam de falar sobre assuntos genéricos apenas para ter uma pequena conversa. Assim, você não precisa se expor. É necessário apenas tocar em um tema comum que chame a atenção do outro.

Com essa pequena conversa é estabelecido uma relação e, com o tempo, você conseguirá conversar melhor com qualquer outra pessoa, até mesmo sobre assunto mais sérios e importantes.

Portanto, a dica é passar a treinar os assuntos genéricos para ter o que falar com qualquer pessoa, mesmo as desconhecidas.

2. Aprenda a falar de você mesmo

Quando temos dificuldade de conversar com as pessoas, geralmente também sentimos receio de falar sobre nós mesmo, como se tivéssemos um medo de nos expor para os outros.

Porém, é possível falar de nossas vidas sem realmente dar informações importantes ou nos expormos demais. Afinal, quando você fala de uma situação que ocorreu, o foco será a situação e não você ou sua vida.

E, falar com os outros sobre você mesmo ou situações que ocorreram, acaba despertando o interesse da outra pessoa, criando um vínculo, fazendo com que o outro se sinta à vontade para falar sobre ele também. Portanto, quando não tiver o que dizer, conte algo que aconteceu com você recentemente.

3. Saiba escutar o outro

Aprender a escutar o outro é fundamental para saber como se comunicar. Pois, ao escutar a outra pessoa você acaba percebendo diversos assuntos com os quais você poderia conversar, fazendo com que você nunca fique sem assunto.

Portanto, se você tem dificuldade de conversar com as pessoas, aprenda a ouvi-las, para então saber o que você pode dizer para elas. Assim, a conversa fica muito mais fluida e aprofundada.

4. Se não há o que falar, faça perguntas

Um medo que temos quando há a dificuldade de conversar com pessoas é de ficarmos sem assunto. Porém, se soubermos fazer as perguntas corretas, nós nunca ficaremos sem assunto.

É preciso ter em mente que sempre existe um assunto que as pessoas gostam de falar. Por isso, se você descobrir qual é o assunto da pessoa, basta fazer algumas perguntas e deixar com que ela fale. Assim, você conduz a conversa com as perguntas e ela com as repostas.

Não se esqueça que a maioria das pessoas gostam de falar sobre elas mesmas, por isso, esse pode ser uma dica que sempre renderá bons assuntos.

5. O importante é iniciar a conversa

Antes de pensar em conversar com as pessoas ou se preocupar com o assunto, tenha em mente que o principal é iniciar a conversa. Pois, após o primeiro passo, ela acontecerá naturalmente.

Por isso, sempre que alguém tentar iniciar uma conversa com você, demonstre interesse e tente conversar com ela, pois, muitas pessoas que têm dificuldade de conversar com os outros acaba demonstrado que não está a fim de assunto.

Demonstre interesse, faça perguntas e tente encontrar um tema que ambos achem interessante. Assim, começa a ficar mais fácil conversar com qualquer pessoa sem ter nenhum tipo de problema.

Portanto, com essas dicas, junto com as tentativas de conversas com os outros, passa a ser cada vez mais fácil lidar com a dificuldade de conversar com as pessoas e passar a ter um contato social cada vez mais saudável e interessante.

E você, tem enfrentado problemas com introversão? Está apresentando dificuldades no convívio social? Entre em contato comigo e saiba como melhorar os seus relacionamentos. Para ler outros textos semelhantes, acesse o nosso blog.